Hermenegildo Neto

E agora José?

Textos

Meia Idade
Brilham no céu as estrelas
Não tanto quanto seu olhar
E lua sempre foi tão linda
Hoje a vi tão só

Por que é que tudo está do mesmo jeito
E eu não o vejo
Agora com outros olhos
Tristonhos enfim

Qual é a mágica que fez o brilho desaparecer
Qual o sentido do dia
Qual motivo teve sua partida?
Deus! Por que?

Eu que sempre caminhei sem companhia
Agora cá estou solitário
Que sol este de tão quente
E eu frio

Quão vívida pessoa eu era
E agora tão distante
O que me ocorreu tal perda
Que morri

Tão sepulcral, eu
Que fiz dos objetos minha companhia
Que fiz do amor
Um sentimento de agonia.

Hermenegildo
Enviado por Hermenegildo em 31/07/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras