Hermenegildo Neto

E agora José?

Textos

Tristeza
“Tristeza não tem fim, felicidade sim”
Tanto fim pra tanta coisa
E logo que não vem a ter é a tristeza.
A tanto recitei este Vinícius aos meus
Sem decifrá-lo.
Se tudo tem início, tudo haverá o fim
-e por que diabos a tristeza não?
Medo do escuro, medo de altura, medo de aranha, medo de morrer
-e por que razão hão aqueles que não temem a morte?
Porque temida é a tristeza, e quando mergulhado nela
A morte é um anseio
Triste, aos olhos alheios
-e o fim?    
Este é o fim
E final é triste
“Se eu morresse amanhã, viria ao menos fechar meus olhos minha triste irmã”
O final sempre é triste,
Álvares!
Não pra quem termina
Mas pra quem perde.
A tristeza pode durar uma noite, que o sorriso vem pela manhã
Mas o final é absoluto
E aqui se finda
Meus versos
Antes que minha história termina.
Hermenegildo
Enviado por Hermenegildo em 05/07/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras