Hermenegildo Neto

E agora José?

Textos

Paixão


São os tremelejos dos teus lábios
Na ânsia de encontro aos meus
É o calor de um abraço
É a procura que se perdeu

São os meus olhos
À perderem-se de desejo no corpo teu
É um arrepio de pensar
Em quando estarei ao lado seu

É a vontade suicida
É o gozo de ter-me ao corpo meu
É o acordar da tentação adormecida
É o cheiro das tuas curvas em meio ao breu

É a inquietude da possessão
A força que soa prisão
É um ligamento forte entre eu e você
Vem de dentro tamanha explosão

É vontade de pertencer-te
Sensação que o mundo nunca existiu
Medo imenso de perder-te
Tesão pelo que nunca sentiu

É fogo, é vontade estremecida
É perda dos sentidos da estrada
É um salto de paraqueda em meio ao nada
É um querer gozar a vida

É um querer arriscar
Botar tudo à perder
É o gosto do risco à degustar
O gosta da vida é viver.

Hermenegildo
Enviado por Hermenegildo em 22/04/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras