Hermenegildo Neto

E agora José?

Textos

Aqui onde deserta
Aqui onde deserta, natureza
Já foi mar, o meu sertão
Aqui onde é deserto, há beleza
Quão amor no coração.

Aqui mesmo onde se implora, teu deus
Pra que nasça plantação
Nasce sentimentos de ternura
Donde os amores jamais foram em vão.

Somos todos “Severinos”
Uma pela outra mão.
Caboclos Nordestinos
Será mar, de tão ambundante o meu sertão.



O Sertão Vai Virar Mar
https://youtu.be/rsb4kmbZfWc
Hermenegildo
Enviado por Hermenegildo em 21/04/2020
Alterado em 22/04/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras